Como saber se o seu freio está ruim

É importante você conhecer e entender o kit de transmissão das motos, sobretudo, os melhores métodos para manusear essas peças, garantindo o mínimo de danos durante a análise e o reparo. Além disso, melhorar cada vez mais a qualidade da manutenção de motos e, consequentemente, fidelizar cada vez mais os clientes.

Neste artigo, você irá entender como identificar problemas no kit de transmissão e de que forma deve-se realizar a sua manutenção.

Como identificar os problemas?

Para começar, é importante relembrar quais são os principais problemas do kit de transmissão e como identificá-los. Dessa forma, será mais fácil compreender qual é o momento correto para realizar a troca ou reparo, além de avaliar a melhor forma de resolver o problema encontrado.

A durabilidade pode variar bastante, dependendo do modo como a moto é utilizada. Em situações em que ela é muito usada ou em lugares com pouca pavimentação, ela pode durar menos. O primeiro que pode ser percebido quando o kit não está funcionando corretamente é como essa parte da moto está em relação ao seu desgaste. Ou seja, se os dentes do pinhão ou da coroa estiverem muito gastos, isso significa que está na hora de trocá-los.

O afrouxamento da corrente é outro sinal de que algo pode estar errado em seu kit de transmissão. Quando isso acontece, é preciso avaliar se existe a necessidade de realizar um ajuste ou se é o momento de substituir todo o conjunto.

Como tirar o pinhão da moto para substituição?

Após saber alguns sinais de que o kit de transmissão de uma moto precisa ser trocado, é necessário saber como a retirada do pinhão deve ser feita para o seu reparo e substituição. Nem sempre é uma tarefa fácil, já que a peça pode ficar presa no eixo e atitudes erradas podem comprometer outras partes da moto que não estavam danificadas até o momento.

Uma alternativa interessante é aplicar um desengripante e aguardar um tempo. Outra opção é usar um secador para auxiliar na remoção.

Como fazer a limpeza no kit de transmissão?

Além de fazer o reparo, também é importante realizar a limpeza correta e incentivar os seus clientes a fazerem o mesmo. Desta forma, a peça irá ganhar mais durabilidade e os problemas relacionados ao acúmulo de impurezas ou detritos que podem causar danos à moto podem ser eliminados rapidamente.

O ideal é usar produtos específicos para a limpeza e lubrificação deste item, pois eles evitam que materiais abrasivos danifiquem o kit de transmissão. 

A importância da manutenção preventiva

É importante orientar os clientes sobre a manutenção preventiva neste e em outras partes da moto. A limpeza do kit de transmissão deve ser realizada de modo regular e, por consequência, resultará em maior vida útil para as peças. Isso significa que, com a moto tendo menos reparos, ela também terá menos gastos e mais segurança durante a sua utilização.

Também é de extrema importância utilizar peças de reposição de qualidade e com garantia. Afinal, peças sem procedência podem causar diversos problemas como mau funcionamento, desgaste da peça e até mesmo acidentes.

Pajé Amortecedores sempre com você!

É importante lembrar-se de fazer a manutenção preventiva do seu veículo, para analisar, também, o funcionamento de outras peças e assim, manter-se sempre seguro na estrada. Em caso de dúvidas, possuímos um time especializado e pronto para te ajudar.

Equipe Pajé Amortecedores

Estamos prontos para atender os mais variados veículos do mercado, do mais simples ao sofisticado, do nacional ao importado. Venha conferir: profissionais qualificados e garantia das melhores peças e serviços em um só lugar. Há mais de duas décadas no Rio de Janeiro, a Pajé Amortecedores e Pneus conquistou a confiança da clientela pois presta os melhores serviços e trabalha com as melhores marcas.

Compartilhe esse post!