Dicas para quem vai comprar o primeiro carro

Certas peças devem ser específicas para esses veículos, visto que sua altura e peso foram consideravelmente modificados.

Os amortecedores são peças essenciais para todos os tipos de automóvel, tanto para manter sua durabilidade quanto para garantir a segurança de seus ocupantes. Responsáveis por manter o contato constante entre as rodas e o solo, os mesmos diminuem as oscilações da mola e as vibrações que chegam até o chassi. Em suma, absorvem todos os impactos.

Pistas irregulares, buracos, lombadas e estradas de má qualidade são alguns dos vilões dos amortecedores, aos quais estamos sujeitos diariamente. Por isso, as fabricantes recomendam que quando o carro atinge 40 mil quilômetros, o proprietário deve procurar uma oficina para verificar o estado em que a suspensão se encontra e, se necessário, realizar a devida substituição do par.

Além da manutenção de praxe, outra situação que demanda atenção à suspensão veicular é quando você blinda o seu carro. Nesses casos, é preciso substituir as molas e reforçar os amortecedores. E vamos explicar o porquê: a blindagem acrescenta em média 250 kg ao peso do veículo, aumentando o esforço e, consequentemente, o desgaste de componentes, como a suspensão.  Devido ao peso extra, as molas em carros blindados precisam de uma têmpera no aço reforçada, enquanto os retentores e componentes internos dos amortecedores necessitam de maior resistência, bem como de óleo especial pra suportar uma temperatura superior a convencional.

Carro blindado

Portanto, já que carros blindados têm especificações e exigências diferentes dos carros comuns, a suspensão para os mesmos é especificamente feita pensando nas exigências desses veículos, pois os riscos de dirigir com um dos amortecedores em mau estado são enormes. Além de provocar danos a outros componentes da suspensão, do rolamento das rodas e dos terminais da direção, o condutor coloca em risco a sua segurança e a de outros motoristas, já que perde o controle do automóvel, por balançar mais que o normal. Inclusive, testes realizados apontam que um amortecedor com 50% de desgaste eleva em 26% o cansaço do condutor, o que pode causar acidentes graves. Em dias chuvosos, a situação é ainda pior: como um conjunto em mau estado não garante contato permanente entre os pneus e o solo, forma-se uma camada de água entre eles - processo conhecido como “aquaplanagem”, responsável por diversas desventuras no trânsito. Moral da história: esteja sempre atento a esse componente tão essencial de seu veículo!

Ainda que seu automóvel esteja em dia com a manutenção preventiva, é preciso prestar atenção nos indícios de que a suspensão veicular precisa de uma revisão, como por exemplo: se perceber que o veículo está perdendo o seu curso de ação; se apresenta trepidação e oscila de direção; se há aumento da distância/tempo de frenagem (afinal, em caso de anormalidade na suspensão, os pneus receberão menor absorção de impacto e, portanto, não terão a aderência adequada com o chão, o que culmina em maior tempo de resposta dos freios).

Nós, da Pajé Amortecedores, contamos com uma equipe altamente qualificada para lhe atender, bem como com uma linha de produtos de confiança que garantem a sua segurança no trânsito! Venha nos visitar e traga o seu carro blindado, nós vamos deixá-lo com a suspensão ideal, segura e com a garantia que só a Pajé oferece.

Compartilhe esse post!